Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Mundo Não São Só Dois Países

Numa viagem de comboio, dois jovens amigos com a poesia na alma, conversam: - Não sentes que há um determinado momento em que tens mesmo que escrever? - Sim, sinto que se não escrever nesse momento, não voltarei a escrever!

O Mundo Não São Só Dois Países

Numa viagem de comboio, dois jovens amigos com a poesia na alma, conversam: - Não sentes que há um determinado momento em que tens mesmo que escrever? - Sim, sinto que se não escrever nesse momento, não voltarei a escrever!

Queda Livre

Cai a pique a credibilidade do Prémio Nobel da Literatura, que segue, de resto, de polémica em polémica.

Diz a Academia Sueca que o prémio não é político, acreditava eu (ingenuamente!) que o Prémio Nobel tinha uma função pedagógica num mundo a necessitar desesperadamente de bons exemplos. Parece-me que assim foi, em tempos e em muitos casos!

Handke é conhecido por negar o Holocausto e por ter sido apoiante de Milosevic, o que, em meu entender, faz da decisão de Estocolmo uma decisão ignóbil. Escreverá bem, ou muito bem (nunca li!), mas não é um artista, falta-lhe decência e nobreza de carácter.

 

Sad Reality

Cito de memória:

"Os recursos naturais têm sido a nossa fortuna e a nossa tragédia."

(Francis Kai Kai, actual Ministro do Planeamento e do Desenvolvimento Económico da Serra Leoa, ontem, no encerramento da 1ª Conferência sobre Estados Frágeis, em Lisboa)

 

Processe-me!

Terá, com certeza, a esta hora, as orelhas muito quentes. Tenho dito o pior possível, tenho falado da ignomínia,  da brutalidade e do desrespeito das suas palavras, tenho falado da falta de humanidade e do obscurantismo. Tenho dito o pior de si, por isso,  processe-me! 

Para uma pergunta tola...

...a melhor resposta poderia ser uma resposta tola. Se pensarmos bem, contudo, uma pergunta tola nem uma resposta tola merece.

Ficamos a reflectir, nós, que temos tola e não fazemos perguntas tolas, sobre o que passará pelas tolas de quem faz perguntas tolas.

E a conclusão a que rapidamente chegamos é a de que são vazias as tolas das pessoas que fazem perguntas tolas.