Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

O Mundo Não São Só Dois Países

Numa viagem de comboio, dois jovens amigos com a poesia na alma, conversam: - Não sentes que há um determinado momento em que tens mesmo que escrever? - Sim, sinto que se não escrever nesse momento, não voltarei a escrever!

O Mundo Não São Só Dois Países

Numa viagem de comboio, dois jovens amigos com a poesia na alma, conversam: - Não sentes que há um determinado momento em que tens mesmo que escrever? - Sim, sinto que se não escrever nesse momento, não voltarei a escrever!

O Circo - continuação

Como é que os senhores deputados não se lembraram, ainda, de serem cidadãos exemplares, numa perspectiva ética e moral, de defender os interesses do povo e da nação, de evitar toda e qualquer forma de nepotismo e de corrupção, de zelar pelos interesses dos que lhes confiaram o cargo e, assim, os assuntos da esfera pública, de dignificar as carreiras e contribuir para o bem estar social de todos, sem excepção, de proteger o bem comum...? Enfim, como é que ainda não se lembraram de tudo isto? Assim... só... tipo (diriam os mais jovens!)... inadvertidamente

Ah... Já sei!!! São "questiúnculas"!

Com efeito, nada há de essencial nestas questões, por isso, mantemos uma confiança inabalável nesta "gentúncula" que trata com "zelúnculo" estas "questiúnculas"!

O Circo

À semelhança do Sr. deputado a quem roubam a senha para em seu nome assinar presenças, vou deixar-vos aqui a senha para entrar no programa informático que uso no local de trabalho - há sempre um vasto conjunto de tarefas por realizar, podem ir adiantando isso por mim e, sempre que eu não estiver presente, podem assinar e avançar no trabalho. Não se coíbam!

 

Se eu era capaz...

... de me servir da profissão para obter privilégios de qualquer ordem...;

se eu era capaz de ofender os meus pares, ao invés de, com eles, argumentar, debater, procurar soluções...;

se eu era capaz de realizar no meu local de trabalho qualquer operação de carácter estético (e. g. pintar as unhas)...;

se eu (ou alguém por mim) era capaz de assinar uma folha de presenças correspondente a uma tarefa ou tempo de trabalho em que não tivesse estado presente... etc., etc., etc., etc...

 

Não, não era capaz... sou, pois, um péssimo exemplo...